Home > Livros > Descorchados 2008 – Um guia múltiplo

Descorchados 2008 – Um guia múltiplo

September 4th, 2008 Rabiscaí! Checa os rabiscos.

Patricio Tapia é a principal referência no meio enológico quando se trata de vinhos da América do Sul. Formado em jornalismo no Chile e em enologia em Bordeaux, Tapia é correspondente de publicações do calibre de Wine & Spirits (EUA) e Prazeres da Mesa (Brasil), além de ser o responsável pelos principais itens sobre a produção sul-americana no livro-bíblia dos vinhos, The Oxford Companion to Wine, de Jancis Robinson. Seu guia Descorchados, publicado desde 1999, é talvez a mais transparente publicação de vinhos do Chile: com o objetivo claro de informar às pessoas como é que ele, pessoalmente, vê os vinhos de seu país, o guia é um indicador de gosto pessoal de um degustador técnico e respeitado.

Para a edição de 2008, Tapia preparou uma verdadeira reviravolta dedicada a completar o trabalho: convidou três outros degustadores de grande capacidade e integrou ao guia os vinhos da Argentina, unificando em um só livro duas potências da enologia mundial. Héctor Riquelme e Tapia selecionaram os vinhos chilenos, Fabrício Portelli os argentinos e, representando o Brasil, Jorge Lucki colaborou para o ranking dos 50 melhores vinhos dos Andes. De acordo com Tapia, “os três, de seus respectivos  pontos de vista, são as pessoas que mais respeito deste lado do mundo quando se trata de degustar.”

Convidados internacionais se uniram aos degustadores Patricio Tapia e Hector Riquelme.

Convidados internacionais se uniram aos degustadores Patricio Tapia e Hector Riquelme.

Ranking Argentina – Chile – 50 melhores vinhos dos Andes

Unindo os 25 melhores vinhos de cada país em degustação às cegas, o grupo procurou eliminar distorções em debates enológicos. Segundo Lucki, “a cada série de cinco vinhos, as notas e os critérios pessoais adotados por cada um eram discutidos, permitindo eliminar possíveis falhas de interpretação e chegar, por consenso, a um resultado mais equilibrado e digno de confiança”.

A lista de tops está composta pela elite dos vinhos sul-americanos dos dois países. Abaixo, uma seleção pessoal dos vinhos que eu conheço e mais me agradam entre os selecionados para o ranking:

De Martino Single Vineyard Chardonnay – Limarí, Chile

Antiyal  – Maipo, Chile

Achaval Ferrer Quimera – Mendoza, Argentina

Pérez Cruz Reserva Cabernet Sauvignon – Maipo, Chile

Viu Manent Viu 1 – Colchagua, Chile

De Martino Single Vineyard Carménère – Maipo, Chile

Pérez Cruz Quelen – Maipo, Chile

Gala 1 – Luján de Cujo, Argentina

Colomé Malbec/Cabernet/Tannat – Salta, Argentina

Salentein Numina Malbec/Merlot – Vale de Uco, Argentina

  1. 5 de September, 2008 at 09:38 | #1

    B, mas e a faixa de preços? E aqui na roça, onde a gente encontra?

  2. 5 de September, 2008 at 10:28 | #2

    Mas você tá querendo muito!!! Vou completar, assim que puder, ok?

  1. No trackbacks yet.