Home > Debate > O que o Bob diz

O que o Bob diz

December 11th, 2008 Rabiscaí! Checa os rabiscos.

Preparando material de divulgação, tenho aqui em mãos o mais recente “Parker’s Wine Buyer’s Guide”, sobre o qual ainda pretendo fazer um post. Para não deixar a peteca cair no debate sobre as pontuações, traduzi a opinião do Parker sobre as pontuações e o descritivo de como ele pontua. Acho válido e importante considerar o que ele diz.

Notem:
a importância que é dada aos vinhos de 85 a 89 pontos;
quantas vezes ele repete que as notas refletem a opinião dele;
o quanto é importante o fato de que há técnica e método envolvidos;
o conteúdo indispensavelmente importante do último parágrafo.

Os parênteses-com-pontinhos são meus, assim como as partes negritadas, em itálico e sublinhadas do texto.

“Quando possível, a maioria das minhas degustações são feitas em grupos similares, em condições de degustação às cegas simples; em outras palavras, os mesmos tipos de vinhos são comparados uns com os outros e os nomes dos produtores não são conhecidos. As notas refletem uma visão independente, crítica, dos vinhos. Nem preço nem a reputação do produtor afetam as notas de nenhuma maneira. Gasto três meses de todos os anos em degustações nos vinhedos. Durante os outros nove meses do ano, devoto seis – e às vezes sete – dias da semana a degustações e a escrever. Não participo em competições de vinhos ou degustações para o público por várias razões, mas principalmente pelas seguintes: 1. prefiro provar de uma garrafa inteira; 2. Acho essencial ter copos profissionais para degustação de tamanho e limpeza adequados; 3. As temperaturas dos vinhos devem ser corretas; 4. Prefiro determinar a alocação de tempo para o número de vinhos que irei avaliar.

As notas numéricas são um guia sobre o que penso do vinho cara-a-cara com seus pares: vinhos classificados abaixo de 85 pontos são bons a excelentes e qualquer vinho avaliado em 90 ou mais pontos será excepcional para seu tipo em particular. Enquanto alguns irão sugerir que pontuar não é muito adequado a uma bebida que vem sendo romanticamente louvada por séculos, vinho não é diferente de nenhum outro produto de consumo. Há padrões específicos de qualidade que profissionais dedicados do vinho reconhecem e há vinhos-referência contra os quais os outros podem ser julgados. Não sei de ninguém com 3 ou 4 taças de diferentes vinhos à sua frente, independente de quanto bons ou ruins os vinhos possam ser, que não possa dizer “Eu prefiro este a aquele”. Dar pontos a vinhos é simplesmente pegar a opinião de um profissional e aplicar um sistema numérico a ela de forma consistente. Ainda mais: pontuar permite rápida comunicação da informação a pessoas experientes e novatas da mesma maneira.

A pontuação dada a um vinho específico reflete a qualidade daquele vinho em seu melhor. Frequentemente digo às pessoas que avaliar um vinho e dar uma nota a uma bebida que irá mudar e evoluir por até uma década ou mais é análogo a tirar uma fotografia de um corredor de maratona. Muito pode ser afirmado, mas, como um objeto que se move, o vinho irá evoluir e mudar. Tento re-degustar vinhos obviamente muito afetados pela rolha ou de garrafas defeituosas, já que o vinho de uma única garrafa não indica um lote inteiro danificado. Se re-degustar não é possível, guardo meu julgamento. Muitos dos vinhos descritos foram provados muitas vezes e sua nota representa uma média cumulativa da performance em degustações até hoje.

Aqui, portanto, está um guia geral para interpretar minha escala numérica:

90-100: Equivalente a um A e dado para um esforço excepcional ou especial. Vinhos nesta categoria são os melhores produzidos para seu tipo. Embora haja uma grande diferença entre um 90 e um 99, os dois são “notas altas”. Poucos vinhos na verdade entram nesta categoria, simplesmente porque não há muitos vinhos realmente profundos.
80-89: Equivalente a um B, e tais vinhos, em particular entre na faixa dos 85 a 89 pontos, são muito bons. Muitos dos vinhos que caem nesta categoria são freqüentemente de excelente valor, também. Tenho muitos destes vinhos na minha adega pessoal.
70-79: Representam o C, ou uma nota média, mas obviamente 79 é uma nota muito mais desejável que 70. Vinhos que recebem notas de 70 a 79 são geralmente vinhos simples e agradáveis, a quem falta complexidade, caráter ou profundidade. Se baratos, podem ser ideais para se beber descompromissadamente.

Abaixo de 70: Uma nota D ou F, dependendo de onde você estudou, é um sinal de vinho desbalanceado, defeituoso ou terrivelmente insípido ou diluído que é de pouco interesse para o consumidor.

(…) Pontuações são importantes para que o leitor possa medir a colocação geral qualitativa de um vinho entre seus pares por um crítico profissional. No entanto, é também vital considerar a descrição do estilo do vinho, a personalidade, o potencial. Nenhum sistema de pontuação é perfeito, mas um sistema que permita flexibilidade nas notas, se aplicado pelo mesmo degustador experiente sem preconceitos, pode quantificar níveis de qualidade de vinho e pode ser uma referência responsável, confiável, não-censurada e altamente informativa que oferecer ao leitor o julgamento de um profissional. Contudo, não pode nunca haver susbtitutos para seu próprio gosto nem nenhuma instrução melhor que provar o vinho você mesmo.”

  1. 14 de December, 2008 at 21:22 | #1

    Já deve ser a terceira vez que leio esse post. Tenho que dar a mão à palmatória: eu também entrei na onda de "joga pedra no oráculo" sem ter conhecimento detalhado dos critérios usados por ele. Mea culpa.

    Mas por outro lado, isso reforça um dos meus pontos: esse sistema (sobre o qual eu pessoalmente continuo tendo restrições) serve para muito poucas pessoas, tanto para avaliar como para informar. O que a maioria faz é rabiscar umas anotações com critérios subjetivos querendo dar um ar de objetividade à coisa.

    Mas enfim, cada um dança conforme a sua música. O bom dessa discussão toda é que ela me possibilitou subir mais um degrau, ensinando a selecionar fontes de informação.

    muito obrigada, uma vez mais.
    beijo.

  1. No trackbacks yet.