Home > Estudo, Projeto IMW > Projeto IMW – O syllabus

Projeto IMW – O syllabus

February 3rd, 2013 Rabiscaí! Checa os rabiscos.

IMW2_c.jpg

Estudantes e candidatos aos mais diversos exames e concursos em todo o mundo aprendem que uma das coisas indispensáveis para superar qualquer processo de avaliação é entender o que se espera que os avaliados saibam. Parece óbvio, mas não é tanto assim.

No caso do IMW, a coisa não é diferente. Tamanha é a amplitude do programa de estudos (em inglês, “syllabus”), que quase todo o suporte dado aos estudantes está focado em fazer entender o que é esperado de nós – e não em nos ensinar esse conteúdo. A listinha abaixo “resume” os tópicos que se espera que os candidatos ao exame sejam capazes de demonstrar conhecer através das provas – e é responsabilidade de cada um aprender sobre isto.

É interessante descobrir que as provas teóricas na verdade tratam de questões práticas, enquanto as provas práticas fazem uso da degustação para tratar da teoria. Há também uma grande ênfase no quanto é preciso ter consciência das diferenças – de lugar, de escala, de opções, de objetivos – ao contemplar cada um desses elementos e o quanto o contato direto com cada área é fundamental para o sucesso nas provas.

E tome trabalho.

(a tradução é livre, corrida e potencialmente cheia de erros)

Unidade 1 (Papers 1, 2 e 3): A produção do vinho.

Propósito da unidade
O Paper 1 irá examinar os conhecimentos e a compreensão dos candidatos sobre a viticultura até o término da colheita e o transporte das uvas.

O Paper 2 irá examinar os conhecimentos e a compreensão dos candidatos sobre a vinificação de vinhos tranqüilos, espumantes e fortificados, desde a chegada das uvas na vinícola até os vinhos terminados e prontos para o engarrafamento.

O Paper 3 irá examinar os conhecimentos e a compreensão dos candidatos sobre controle de qualidade, garantia de qualidade, embalagem, transporte e requerimentos legais.

O propósito desta unidade é avaliar os conhecimentos e compreensão dos candidatos sobre a produção de vinho. A compreensão dos processos de cultivo de uvas e produção de vinho deve ser complementada pelo conhecimento da ciência está por trás das questões práticas. Os candidatos devem estar cientes das implicações para o estilo e qualidade dos vinhos e dos custos das decisões tomadas em cada estágio da produção dos mesmos. Consciência de áreas de pesquisa em andamento sobre tópicos relevantes à produção de vinho será necessária. Embora questões específicas sobre regiões sejam pouco prováveis, os candidatos deverão ter amplo conhecimento das regiões e estilos de vinho do mundo. Os exemplos dados nas respostas deverão demonstrar familiaridade com variedade de regiões vinícolas. Os candidatos deverão saber como questões como finanças, economia, legislação, administração geral, controle de qualidade e meio-ambiente afetam a produção de vinho.

Paper 1 – Viticultura

– Características da videira.

Espécies de videiras.
Variedades de videiras.
Clones.
Desenvolvimento de novas variedades.
Propagação de videiras.
Porta-enxertos e enxertia.
Ciclo de desenvolvimento da videira.
Ciclo de vida da videira.

– Estabelecimento, replantio e aquisição de vinhedos.

Questões práticas e econômicas do plantio ou replantio de vinhedos.
Questões relacionadas à aquisição de vinhedos através de compra ou herança.

– Fatores que afetam o cultivo de uvas.

Clima.
Tempo.
Solo.
Inclinação.
Efeito desses fatores no estilo, qualidade, rendimentos e custo dos vinhos.
O conceito de “terroir”.
Cultivo da videira.
Tipos e métodos de poda e condução.
Princípios que embasam e aplicações práticas de administração do dossel (canopy).
Irrigação.
Aplicação de fertilizantes.
Uso de herbicidas.
Colheita verde.
Implicações para o rendimento de todos os elementos acima.
Cultivos biodinâmico, orgânico e outras formas alternativas.

– Doenças da videira e seu controle.

Pestes da videira.
Doenças da videira.
Desequilíbrios fisiológicos.
Prevenção e controle dos elementos acima.

– Estrutura e composição das uvas.

Estrutura da uva.
Composição química da uva, ex.: açúcares, ácidos, antocianinas, taninos, etc.
Técnicas analíticas.
Amadurecimento da fruta.
Podridão nobre.

– Colheita das uvas.

Timing da colheita.
Opções de colheita.
Transporte de uvas.
Implicações na qualidade e no custo.

Paper 2 – Vinificação e procedimentos pré-engarrafamento

– Processamento das uvas.

Recepção das uvas.
Estratégias de manejo das uvas, ex.: desengace, moenda, prensagem, maceração com cascas.
Tratamento de mosto.
Controle de temperatura.

– Fermentação.

Fermentação alcoólica.
Papel das leveduras, enzimas, temperatura e veículos de fermentação.
Estratégias para a extração de cor, aroma, sabor e taninos.
Maceração carbônica, fermentação em cachos inteiros e termo-vinificação.
Teoria e prática da conversão malolática.

– Maturação e corte.

Opções de maturação do enólogo.
Tipos de veículos para maturação.
Armazenamento inerte.
Opções de corte.
Timing para preparação para engarrafamento.

– Estabilização e clarificação.

Métodos de estabilização e clarificação, ex.: refinamento, filtragem, centrifugação, etc.
Uso de químicos na produção de vinhos e em seu manejo – sua função, ação e aplicação.
Regulamentação internacional que governa o uso de químicos.

– Produção de vinhos espumantes.

Técnicas de produção para vinhos espumantes.
Seleção de uvas e prensagem.
Controle de temperatura.
Seleção e corte de vinhos de base.
Segunda fermentação.
Maturação.
Finalização.

– Produção de vinhos fortificados.

Técnicas de produção para vinhos fortificados.
Seleção de vinhos de base.
Timing da fortificação.
Prática e importância do corte e maturação.
Finalização.

Paper 3 – O Manejo do Vinho

– Preparação de vinhos terminados para engarrafamento.

Estabilização a frio e filtragem final do vinho para engarrafamento.

– Embalagem e etiquetagem.

Métodos de embalagem.
Diferentes tipos de embalagem.
Etiquetagem de ingredientes.
Vedantes.

– Garantia de qualidade (GQ) e Controle de qualidade (CQ).

Composição do vinho e seus defeitos.
Análises do vinho, seus objetivos, usos e limitações.
Sistemas e estruturas de GQ e CQ para vinho e insumos secos.
Questões práticas de GQ e CQ.
Cumprimento de regulamentações legais.
Efeitos de armazenamento sobre o vinho após a embalagem.
Métodos de transporte a granel.
Garantia de qualidade antes e durante o transporte a granel e procedimentos de conferência no recebimento do vinho a granel.

Unidade 2 (Paper 4): O Negócio do Vinho

Propósito da Unidade
O propósito desta unidade é avaliar o conhecimento e a compreensão dos candidatos sobre os aspectos financeiros, comerciais e de marketing da industria internacional do vinho. Os candidatos deverão demonstrar a habilidade de aplicar seu conhecimento a uma gama de situações de negócios incluindo marketing e estratégia de investimento, tomada de decisões financeiras, relação fornecedor-cliente e estratégias para identificar e atender à demanda dos consumidores. Os candidatos deverão ter amplo conhecimento das estruturas da indústria do vinho ao redor do mundo e como elas se relacionam entre si.

Objetivos de aprendizado
Será esperado que os candidatos demonstrem conhecimento e compreensão sobre os seguintes assuntos:

– Teoria e prática do marketing do vinho.

Estratégias de marketing aplicadas a produtores, exportadores e importadores, compradores e vendedores.

Pesquisa de mercado, aplicada a compradores existentes e potenciais com clara compreensão das técnicas de obtenção de informação e análise assim como consciência de tendências de consumo nacionais e internacionais.

Marketing de produto aplicado a diferentes setores do mercado de vinhos.

Fatores que influenciam a segmentação de mercados.

Teoria e prática da aplicação de posicionamento de produtos e branding com relação ao mercado e gama de produtos.

Técnicas de promoção e vendas relevantes para a indústria do vinho.

Compreensão do papel da publicidade e relações públicas e uso de meios de comunicação.

Tendências de precificação nacionais e internacionais, ex.: produtores, en primeur, atacado e leilões.

– Consciência financeira e comercial.

Os candidatos deverão ter ampla compreensão das estruturas financeiras e comerciais que afetam todos os setores da indústria do vinho, ex.: negociantes, agentes, proprietários de marcas, corretores, viticultores e cooperativas, vinícolas, grandes produtores multinacionais, cooperativas de marketing, importadores, consultores, especialistas, supermercados, cadeias de lojas de vinhos, operadores de venda por correio.

Os fatores a serem considerados quando avaliando decisões de investimento em diferentes setores da indústria.

Influências em decisão de negócios incluindo planejamento estratégico, legislação nacional e internacional, taxas e flutuações de câmbio.

Embora não se assuma que os candidatos sejam especialistas em finanças pode-se esperar que os mesmos demonstrem um amplo conhecimento sobre balancetes, relatórios de lucros e perdas e como as decisões de custos e preços são feitas na indústria do vinho.

– Tendências e desafios enfrentados por países e regiões produtoras.

Os candidatos deverão demonstrar conhecimento de quotas de exportação e tendências para países e regiões produtoras de relevo e deverão usar exemplos específicos para dar suporte às suas respostas.

Amplo conhecimento das estruturas da indústria em todo o mundo é essencial e isto pode ser suplementado por exemplos específicos de regiões com as quais os candidatos são mais familiares.

Unidade 3 (Paper 5): Questões Contemporâneas

Propósito da unidade
O propósito desta unidade é avaliar a habilidade dos candidatos em demonstrar capacidade de comunicação, insights individuais e conhecimento através da redação em profundidade sobre assuntos que estão em relevo atualmente na indústria do vinho.

Objetivos de aprendizado
Candidatos bem-sucedidos irão demonstrar:

– Habilidade em escrever com persuasão, autoridade, de maneira imaginativa e fluente, mostrando amplo conhecimento sobre as questões contemporâneas do vinho.

– Conhecimento e análise das questões sociais, históricas, culturais, de saúde, éticas, educacionais, de comunicação e mídia relevantes para a indústria do vinho.

Unidade 4 (Papers 6, 7 e 8): Provas Práticas

Próposito da Unidade
O propósito dos papers práticos é avaliar as competências organolépticas dos candidatos e seu conhecimento sobre vinho através da degustação. Os candidatos devem ser capazes de demonstrar amplo conhecimento sobre os vinhos do mundo utilizando a análise e avaliação.

Objetivos de aprendizado
Os candidatos deverão fazer avaliações objetivas e fundamentadas do vinho considerando aspectos chave como origem, variedade de uva, técnicas de vinificação, qualidade, maturidade e potencial comercial. Os argumentos deverão ser sempre embasados nas evidências encontradas na taça.

  1. No comments yet.
  1. No trackbacks yet.