Home > Estudo, Projeto IMW > Projeto IMW – Alguns números

Projeto IMW – Alguns números

Para diversão ou desespero de vocês, seguem aqui alguns números dos últimos 10 meses:

– 327 horas contabilizadas de estudo, o que exclui as esquecidas, as intercaladas com outras atividades, as em vôos e esperas e as muitas, muitas horas que deveriam ter sido dedicadas ao estudo mas se tornaram outras atividades;

– 36 vôos para 10 diferentes aeroportos em 4 países (exclusivamente dedicados ao estudo – sem contar os a trabalho…);

– 30 vinícolas visitadas;

– 24 regiões vinícolas percorridas;

– 13 novos livros, dos quais 4 em uso constante;

– 3 novas assinaturas de revistas especializadas e o cancelamento de três outras;

– 2 GB de áudio gravado;

– 1 fio de barba branca nunca antes visto neste país e deixem estar os cabelos que “ganharam” essa cor;

– e, por fim, uma sobrinha gordinha de presente de aniversário;

Categorias: Estudo, Projeto IMW Tags: , ,
  1. Alain Ingles
    7 de August, 2013 at 15:04 | #1

    Números muito promissores! E assustadores também…

  2. Marcio Muller
    7 de August, 2013 at 22:52 | #2

    Bernardo, quais sao os livros e revistas? Quais são as fontes de um estudante do IMW?

    • Bernardo
      10 de August, 2013 at 17:27 | #3

      Márcio,
      está pendente há algum tempo a atualização da minha página de bibliografia aqui no blog, inclusive a página está há alguns meses em branco – mea culpa. Vou tentar fazê-lo em breve.

      As publicações que eu deixei de ler são aquelas voltadas para o público consumidor (Decanter, RVF, RP, etc.) – trazem muita historinha, mas pouco conteúdo efetivo para os estudos. As que eu passei a consultar são acadêmicas (Journal of Wine Research, Tong, WFW) ou de mercado (AAWE, Meininger's, Drink's Business), com números, estudos e conteúdo mais difícil de digerir, mas útil para enriquecer os ensaios e artigos nos exames.

      De todo modo, as possibilidades de fontes são tantas, mas tantas, que é preciso muito cuidado para não se deixar afogar em leitura: muita coisa é anedótica, localizada, superficial ou profunda demais.

  3. Marcio Muller
    27 de February, 2014 at 14:40 | #4

    Bernardo, como vai? Recebi esta semana o resultado do nível 3 do wset. Gostaria de falar com vocêa respeito do diploma. Você poderia me dar seu email de contato?

  1. No trackbacks yet.