Home > Estudo, Outros, Projeto WSET Diploma > Projeto WSET Diploma – Outras pessoas no Brasil

Projeto WSET Diploma – Outras pessoas no Brasil

Diploma

Leu o que veio antes? Se animou e está decidido a estudar? Aí embaixo umas dicas de quem procurar pra compartilhar garrafas e informações, tirar dúvidas e ouvir opiniões e experiências diferentes das minhas. Em breve sai um lote gigante de sugestões bibliográficas pra dar uma mãozinha nos estudos.

Neste momento há pelo menos 20, talvez mais de 30 brasileiros estudando o Diploma além de uns 3 ou 4 que estão nos finalmentes e muitos outros que, talvez como você, estejam se preparando para começar. Não deixe de falar com eles e tente se envolver com os que puder, trocando informações, material, juntando-se para estudar e provar.

.

Redes Sociais

Há uns meses atrás nasceu um grupo no Linkedin – uma rede social focada em relações profissionais – com o objetivo de facilitar a troca de informações entre essas pessoas. Lá há gente com experiências variadas que poderá ser de grande ajuda nos estudos. Há debates sobre temas específicos, formatos de estudo, bibliografias, etc.

.

Diplomados no Brasil

Não deixe de procurar os outros “diplomados” do Brasil (e porque não, do resto do mundo também). Cada um tem uma experiência e impressões diferentes e pode ajudar de outras maneiras. Até onde eu sei, no Brasil somos [atualizado! Julho/2016] atualmente 6: eu, Tufi Meyer, Guilherme Correa, Paulo Brammer, Thiago Mendes e Bianca Veratti (a primeira mulher brasileira DipWSET!) – todos podem ser encontrados no grupo do Linkedin. Há também brasileiros diplomados fora do Brasil, como é o caso do MW Dirceu Vianna Junior (provavelmente o primeiro de nós a obter o título) e da expatriada Alessandra Esteves e certamente há outros falantes de português que podem ser contactados – em Portugal sei do distribuidor de vinhos Raul Riba d’Ave; em Londres o neozelandês que viveu bons anos no Brasil, Paul Medder.

Há outras pessoas em estudos bastante avançados ou que talvez até já tenham terminado os exames, como a Viviana de Oliveira em BH, o Rodrigo Mammana em São Paulo e o Bruno Vianna em Campinas e que em breve receberão seu “DipWSET”.

.

Outras instituições e profissionais

Também é preciso lembrar das outras escolas, cursos e estudiosos de vinho: embora nem todos estejam em sintonia com o método e o sistema do WSET, são sem dúvida fontes importantes de conhecimento e podem ter pontos de vista muito interessantes sobre temas do vinho.

Consulte o pessoal das diferentes Associações Brasileiras de Sommeliers e das SBAV (infelizmente não há um site nacional para essas associações, procure a da sua cidade), os professores dos SENACs e gente que estuda e ensina sobre vinho em todo o país.

Procure também os profissionais nas lojas, distribuidoras, importadoras e também nos restaurantes. Vários inclusive são ou foram alunos de cursos do WSET dados pela The Wine School ou EnoCultura e têm boas noções da estrutura dos cursos, além da experiência pessoal e profissional com o vinho.

.

Em suma…

A contar da quantidade de gente que me pediu informações nos últimos anos e do interesse do WSET em oferecer mais exames no Brasil (sim, já há uma turma de Online Course em andamento) num futuro próximo, o número de estudantes e diplomados irá mudar muito… Se conseguir encontrar mais um ou dois com quem começar ao mesmo tempo, sem dúvida será produtivo para os estudos e irá diminuir os custos de hospedagem nas viagens e de amostras para degustação.

Se você está estudando ou já se graduou e quer aparecer nesta lista aqui ou entrar no grupo do Linkedin, é só escrever (vale o mesmo se quiser tirar seu nome do páreo…).

Ainda sobre o assunto:

Bibliografia de estudos

Mais? – quem sabe com mais tempo…

  1. aleesteves
    19 de June, 2014 at 21:02 | #1

    Bernardo,
    comecei o Diploma há apenas alguns meses, mas estou à disposição de quem quiser informações.
    Abraço,
    Alessandra Esteves http://www.damadovinho.com.br

  1. No trackbacks yet.