Archive

Arquivos da Categoria ‘Projeto IMW’

Projeto IMW – Alguns números

Para diversão ou desespero de vocês, seguem aqui alguns números dos últimos 10 meses:

– 327 horas contabilizadas de estudo, o que exclui as esquecidas, as intercaladas com outras atividades, as em vôos e esperas e as muitas, muitas horas que deveriam ter sido dedicadas ao estudo mas se tornaram outras atividades;

– 36 vôos para 10 diferentes aeroportos em 4 países (exclusivamente dedicados ao estudo – sem contar os a trabalho…);

– 30 vinícolas visitadas;

– 24 regiões vinícolas percorridas;

– 13 novos livros, dos quais 4 em uso constante;

– 3 novas assinaturas de revistas especializadas e… Leia mais...

Categorias: Estudo, Projeto IMW Tags: , ,

Projeto IMW – FYA: Is the Wine Trade a Wise Investment?

O FYA é uma espécie de avaliação de andamento dos estudantes de primeira viagem no Instituto dos Masters of Wine, uma versão muito reduzida e simplificada dos exames finais: são feitas uma prova teórica (em duas horas) e uma única prova de degustação (em pouco mais que isso).

A prova teórica consiste em duas partes: a primeira contém uma questão compulsória para todos, historicamente proveniente de uma prova passada de “Negócios do Vinho” (vide o Syllabus); a segunda parte dá duas opções, em geral referentes à produção do vinho, para… Leia mais...

Projeto IMW – Balanço

Tempo. Sobra. Falta. Passa.

É impressionante o salto mental que  pode ser causado por poucas, mas muito intensas horas de dedicação; pelo contato com pessoas que tenham diferentes percepções sobre assuntos que pareciam já estagnados; pela descoberta de sutilezas nesses temas antigos e de uma infinidade de novos temas; por visitar novas regiões e provar novos vinhos.

Dentro em breve se completa um ano desde minha inscrição oficial no programa de estudos do Instituto dos Masters of Wine. De lá para cá, vivi uma vida inteira em dez meses: viagens, garrafas, livros… Leia mais...

Projeto IMW – O syllabus

Estudantes e candidatos aos mais diversos exames e concursos em todo o mundo aprendem que uma das coisas indispensáveis para superar qualquer processo de avaliação é entender o que se espera que os avaliados saibam. Parece óbvio, mas não é tanto assim.

No caso do IMW, a coisa não é diferente. Tamanha é a amplitude do programa de estudos (em inglês, “syllabus”), que quase todo o suporte dado aos estudantes está focado em fazer entender o que é esperado de nós – e não em nos ensinar esse conteúdo. A listinha abaixo “resume”… Leia mais...

Projeto IMW – Prova de Admissão: Teoria

Vimos antes que, como parte do pacotão inicial de inscrição no programa do Institute of Masters of Wine, é necessário fazer duas pequenas provas, uma prática e uma teórica. A parte teórica este ano foi, na verdade, retirada do exame de 2011: questões de prova eram apresentadas uma a uma semanalmente, para que os candidatos selecionassem a que preferissem para responder e enviar dentro de um prazo específico.

A questão escolhida deveria ser respondida “em condições de exame”, ou seja, com tempo marcado e sem consulta… Leia mais...

Projeto IMW: Prova de Admissão

Entrar no programa do IMW é relativamente fácil: o grande problema é sair… com um título.

Na verdade, como pré-requisito básico para se inscrever no programa de estudos em teoria é necessário haver cursado o “Diploma” do WSET, ou ao menos ter uma forma de certificar ao Instituto que o nível de conhecimento do candidato é similar ao dos egressos do nível 4 da escola inglesa. Na prática, eles gostam de se deixar convencer: a idéia é dar uma “democratizada” e abrir possibilidade para um público mais amplo, então se houver… Leia mais...

Projeto IMW: Ludi incipiant!

Entre julho e agosto últimos, estudantes de vinho do mundo todo roeram unhas na preparação de um portfolio com um breve relatório da experiência enológica pessoal, o currículo profissional e de estudos, uma carta de indicação e um par de exames – um teórico e um prático -, na expectativa de receber uma carta de aprovação e inscrição nos seminários anuais do Institute of Masters of Wine.

Há exatos 6 anos e dois meses, eu preparava um e-mail direcionado a Peter Csizmadia-Honigh, Education Manager no IMW. Eu havia passado