Archive

Arquivos da Categoria ‘Provas’

California Dreaming

Chegando de 15 dias de viagem, após uma prova escabrosa – mas muito menos dolorosa do que o esperado – me dei conta de que o blog está abandonado há quase 3 meses (!!!!) e com infinitos rascunhos começados, além de uma série de degustações documentadas e uma semana na Itália para relatar. Mal dos novos tempos, não posso fazer mais do que me adaptar às possibilidades e começar a liberar o que já está pronto, até poder finalizar e incluir o que está no forno. Vamos lá…

Foi com alguma ansiedade que fui ao Ici… Leia mais...

Imagine there’s no scores…

Há muito tempo, numa galáxia distante (cronologicamente, pelo menos, já que foi em Março de 2008), li no Winecast uns comentários do Tim Elliot sobre um post de um blog desconhecido pra mim (continua desconhecido até hoje), o Rockss and Fruit sobre um terceiro artigo (que aparentemente ninguém na internet conseguiu linkar – nem mesmo o Google!) de David Lillie, um reputado lojista nova-iorquino, sobre o sistema de pontuação. Ele começa assim:

“Quando a escala de 100 pontos para avaliar vinhos foi adotada por… Leia mais...

Borgonha

Num mês de excepcionais oportunidades de degustação, não posso deixar de mencionar uma aula especial – com prova – conduzida pelo especialista Jorge Lucki em São Paulo. Lucki é famoso por seu conhecimento da Borgonha (região que ele visita pelo menos uma vez anualmente, há 17 (é isso mesmo?) anos e por sua capacidade didática e a aula não ficou por menos: tivemos um belo overview sobre as características gerais da região e uma degustação única, com direito a um vinho de 30 anos.

A Borgonha é uma das regiões vinícolas mais renomadas, valorizadas… Leia mais...

Jerez – Oxidação!

Como já vimos, na produção de Jerez a primeira seleção dos vinhos é feita logo após a fermentação, quando o enólogo ou o capataz (o responsável pela manutenção das botas, os barris de Jerez) separa os lotes de acordo com a qualidade e o refinamento: os melhores vinhos serão utilizados na produção de Fino, sob crianza biologica, enquanto os menos delicados, mais rústicos vinhos servirão para a produção do Oloroso.

Oloroso quer dizer literalmente, em espanhol, perfumado: o… Leia mais...

Jerez – Introdução

Após um dia inteiro de Jerez e com uma prova de fortificados por vir, rever o material de hoje e passá-lo para cá vai ser de grande utilidade para assentar o estudo.

Também conhecidas como “bebida de tia”, especialmente na Inglaterra, as inúmeras variedades de vinhos da “tripla” denominação de origem Jerez/Xérès/Sherry perderam todo seu apelo durante as últimas décadas e a profusão de estilos e nomes que misturam espanhol e inglês confundem o público e afastam os iniciantes.


©Sherry.org

Numa tentativa ainda tímida de recuperar o prestígio de seus vinhos e… Leia mais...

Conselhos, vinho e ar fresco

Com uma semana para respirar e montar meu paper sobre Bordeaux En Primeur, finalmente consegui dar um pulinho e visitar a casa de um dos meus primeiros e mais queridos mestres do vinho, Gerson Lopes. Namorada a tiracolo (e ela com a câmera), garrafa de vinho na mão e vontade de ouvir muita coisa, corri pro refúgio dele nas montanhas assim que ele me disse que estaria por lá. Como sempre, o Gerson queria contar tudo de uma vez só e, claro, numa tarde só deu pra… Leia mais...

Cerveja, vinho e comida – A Revelação

Alguns de vocês sabem da minha resistência à cerveja. Ou seja (sem trocadilhos), da minha resistência a BEBER cerveja. Sofro do mal-do-pandu-cheio, que é uma doença idiosincrática conflitante com o consumo da cerveja: após o primeiro copo o líquido se solidifica e incha, tornando-se uma verdadeira massa de pão mal-assado na minha barriga. Una-se a isto o sabor residual que me desagrada e a tendência das pessoas a consumir água-rala-amarga-e-mal-cheirosa nas esquinas e churrascos e é possível entender porque costumo evitar a dita-cuja.

Nesta semana, porém, fui convidado a participar de uma degustação singular e especial… Leia mais...

Abril – Mês do Vinho… pra quem não tem mais nada para fazer.

Existe uma doença congênita no mundo do vinho que dita um impulso irresistível por relizar eventos que se acotovelam no calendário. Abril é um prato cheio para quem gosta de feiras de vinho, mas as datas tornam praticamente impossível para um mortal a idéia de participar de várias delas:

02-07 – Verona, Itália: Vinitaly
10 – São Paulo, Hotel Intercontinental: Taste Australia
12 – Belo Horizonte, Hotel Caesar Business: Taste Australia
15 – Curitiba: Wines of Argentina
16 – Belo Horizonte: Wines of Argentina
22-24 – São Paulo: Wines of Argentina
24 – São Paulo, Hotel Unique: Grande Prova de Vinhos do Douro e… Leia mais...

Video-degustação [Editado]

Decidi republicar esse post (publicado originalmente no dia 23 de fevereiro), substituindo o vídeo original por outro um tanto mais… eloqüente! que mostra o que Gary “Vay-ner-chuk” faz diariamente em suas vídeo-degustações:

“Aproveitando a seqüência de vídeos, para quem queira acompanhar um louco em degustações quase diárias online, vale a pena assitir – de vez em quando – um episódio de WineLibrary TV com Gary Vaynerchuk:”

[yahoo 1184462]

, , , , ,

Sublime Borgonha

Para quem não entende o que leva uma pessoa a descrever vinhos com uma seqüência interminável de adjetivos;
Para quem não entendeu os vinhos da Borgonha;
Para quem não sabe o que Lalou Bize-Leroy pode fazer com suas uvas:

Esta foto é obra de um dos mais surpreendentes wineblogs com que já me deparei.
Wine Reviews at Château Pétrogasm” utiliza imagens ao invés de palavras para descrever seus vinhos com uma eloqüência que supera o