Archive

Posts com a Tag ‘gosto’

O problema dos aromas – Parte 2

Sabemos – e é fácil verificar em laboratório –  que os responsáveis pelas sensações que os degustadores descrevem com nomes de frutas, especiarias, flores e outras coisas são, de fato, componentes químicos específicos.

Esses componentes, que estão dissolvidos no vinho, têm origem às vezes nas próprias uvas, mas, mais frequentemente nos processos de fermentação, amadurecimento e envelhecimento do vinho.

E são esses mesmos componentes, em combinação entre si e com milhares de outros, os que nos dão as sensações de sabor e de cheiro nas coisas comuns do nosso dia-a-dia: as frutas, as especiarias, nossas guloseimas prediletas… Leia mais...

O problema dos aromas

“Che gusto c’è mangiare se non se ne può parlare?”

Que gosto existe em comer se não se puder falar sobre a comida?” – pergunta Rossano Nistri, em seu “Dire, Fare, Gustare”, que é um manual para a conscientização e capacitação de verdadeiros professores do gosto, publicado pelo braço editorial do grupo Slow Food.

O movimento liderado pelo genial Carlo Petrini tem um projeto com o escopo de difundir nas escolas o ensino às crianças sobre sua comida, mas não com o foco “nutricional” ou o da “boa alimentação”. De… Leia mais...

Alhos e Bugalhos

Que é fácil confundir termos técnicos e denominações com as quais não estamos habituados, sem dúvida é sim. Quando tratamos de vinho, então, tão “recente” para o povo brasileiro – ou ainda, tão desconhecido para a IMENSA maioria – há confusão constante e muita. Me entristece porém que o próprio pessoal do meio estimule confusão e gere ainda mais bagunça. É fato que, num mercado tão novo, o “pessoal do meio” seja também um tanto… despreparado.

Foi com alguma alegria que ouvi hoje, da boca de um respeitado especialista, que ele considerava o Manoel Beato o melhor… Leia mais...

O Degustador Perfeito

“O filósofo, David Hume, perguntou se haveria um padrão para o gosto. A solução de Hume foi confiar na excelência de juízes ou críticos que

  • mostrassem delicadeza de julgamento;
  • fossem livres de preconceitos;
  • pudessem basear-se numa ampla gama de experiências para comparações;
  • prestassem a devida atenção e
  • não se deixassem ofuscar pelo humor”

A discussão vai mais longe que isso, mas meus padrões pessoais como degustador sem dúvida terão um arquétipo, de agora em diante… Leia mais...

De Gustibus Non Disputandum Est 2

 

Se você não leu a primeira parte, clique aqui.

 

Muito bem, vamos retomar o Gosto.

É fácil observar toda a polêmica dos infinitos debates sobre a tecnologia de produção, sobre as opções que o enólogo tem. Qualquer apreciador com um pouquinho mais de tempo de taça já se embrenhou em uma conversa:

· sobre inner-staves ou oak chips (tábuas facilmente manobráveis dentro dos tanques de aço ou lascas de madeira que, de certa forma, substituem as barricas de carvalho ao doar ao vinho aromas e sabores… Leia mais...

Categorias: Debate Tags: ,

De Gustibus Non Disputandum Est

Lawrence Osborne, no livro “O Connaisseur Acidental”, preocupa-se, desde o início, em descobrir se é ele quem trai seu próprio gosto ou se é seu gosto quem o trai. O dilema é autêntico: o autor, como eu mesmo, duvida das próprias opiniões.

Talvez a maioria de nós, com um segundo de reflexão sobre seu próprio paladar e opniões estéticas, possa chegar à mesma bifurcação: uma certeza de que gosta do que gosta e uma dúvida aguda sobre o próprio gosto.

Afinal, o gosto o que é?

1. Fisiologicamente: é uma propriedade perceptível pelo… Leia mais...

Categorias: Debate Tags: ,

Beber ou Degustar

Nos dez excepcionais dias em que estive no Chile no último ano, uma das experiências mais marcantes que tive foi a convivência com um conjunto de enólogos jovens, estudantes da pós-graduação em Enologia da “Universidad de Chile”.

Todos muitos dispostos a um bom debate, simpáticos e cada um com uma carga de experiência enológica completamente diferente da do outro, portavam todos, uns mais outros menos, uma peculiaridade que me chamou muito a atenção.

Com este grupo de enólogos visitei dois diferentes eventos de vinho, em que muitas amostras estavam disponíveis para prova. Ávidos por experimentar coisas… Leia mais...