Archive

Posts com a Tag ‘Slow Food’

O Problema dos Aromas – Final?

Este artigo é a terceira parte de uma série. Leia a primeira aqui e a segunda aqui.

O olfato é provavelmente o sentido que menos recebe nossa atenção: estamos dominados pela visão, perdidos em meio aos sons, impotentes diante da força do tato e, quando se trata de nariz, oprimidos pela fumaça dos escapamentos e pelos cheiros intensos da comida óbvia e dos aromatizantes artificiais.… Leia mais...

O problema dos aromas – Parte 2

Sabemos – e é fácil verificar em laboratório –  que os responsáveis pelas sensações que os degustadores descrevem com nomes de frutas, especiarias, flores e outras coisas são, de fato, componentes químicos específicos.

Esses componentes, que estão dissolvidos no vinho, têm origem às vezes nas próprias uvas, mas, mais frequentemente nos processos de fermentação, amadurecimento e envelhecimento do vinho.

E são esses mesmos componentes, em combinação entre si e com milhares de outros, os que nos dão as sensações de sabor e de cheiro nas coisas comuns do nosso dia-a-dia: as frutas, as especiarias, nossas guloseimas prediletas… Leia mais...

O problema dos aromas

“Che gusto c’è mangiare se non se ne può parlare?”

Que gosto existe em comer se não se puder falar sobre a comida?” – pergunta Rossano Nistri, em seu “Dire, Fare, Gustare”, que é um manual para a conscientização e capacitação de verdadeiros professores do gosto, publicado pelo braço editorial do grupo Slow Food.

O movimento liderado pelo genial Carlo Petrini tem um projeto com o escopo de difundir nas escolas o ensino às crianças sobre sua comida, mas não com o foco “nutricional” ou o da “boa alimentação”. De… Leia mais...

Guia de Vinhos sob nova administração

Não é sem motivo que são os mais velhos a levar adiante a tocha do vinho – é um universo que requer contato prolongado e, porque não, boa dose de recursos financeiros para permitir aquisição de experiência, avanços concretos e compreensões aprofundadas.

Os grandes enólogos, os maiores autores, os mais famosos degustadores, principais expoentes da cultura enológica, são respeitáveis senhores com algumas – as vezes várias – décadas de experiência.

Temos visto com freqüência (suficiente para que já esteja próximo do clichê) os destaques da mídia para a nova guarda da enologia mundial: filhos, sobrinhos… Leia mais...